Pesca

Quando tudo corre mal na pesca!!

Manuel Monteiro
Escrito por Manuel Monteiro
Junta-te a mais de 20.000 companheiros

Entra na nossa lista e recebe conteúdos exclusivos e com prioridade

O dia em que aconteceu tudo o que pode estragar uma boa pesca.


Olá pescador.

A pesca aos sargos é uma arte muito exigente, requer muito conhecimento e muita preparação.
Mas mesmo assim, nada nos garante que vai correr bem, são muitas as variáveis e os factores esternos que não podemos controlar.

Mas acho que é essa a principal razão da pesca ser tão viciante e apaixonante.

Este foi um dia que começou bem difícil, pois todos os pesqueiros que fui ver se tinham condições para se pescar, ou estavam ocupados por pescadores ou por montes de limos.
Ao fim de andar e procurar muito, lá me decidi por um pesqueiro que me parecia menos mau.
Preparo as minhas iscadas de sardinha, preparo o engodo.
Monto a cana e faço o primeiro lançamento, muito a medo de ficar com o isco todo tapado de limos.
Contudo os limos estavam muito á superfície e permitiam pescar por baixo.

Os sargos estavam lá mas o azar continuava.

Logo no primeiro lançamento ferro um belo sargo negro, que deu uma luta muito boa.
Sargo cá fora, e eu começo a ficar animado.
Depois da dificuldade em encontrar um pesqueiro em condições, de descobrir que tinha pouca agua, parece que as coisas se estavam a compor.
Tiro mais dois ou três sargos de bom tamanho, e fico empolgado.
Pois, “adoro quando um plano dá certo”.
Contudo, estava eu a desembuxar um sargo, quando vem uma onda um pouco mais forte e me dá um grande banho.
Logo após me recompor da agua gelada que entrou pelas costas a baixo, olho para traz e constato que o balde do engodo desapareceu.

PESCA

Eu sabia que tinha muito pouco tempo de pesca, no máximo uns vinte ou trinta minutos.
Pois o pesqueiro iria ficar estragado com o engodo.

O Sargossauro.

E não é que ferro um SARGOSSAURO.
Como já tinha levado um banho do mar eu tinha levado a rabeca mais para cima.
Mas não podia tentar levantar aquele sargalhão a peso.
Assim tive de arriscar ir buscar a rabeca ainda durante a luta com o peixe.
Finalmente consegui, o peixe parece que não se cansava por nada.
Mesmo depois de tanto tempo não aparecia, nem nunca veio ao de cima.
Julguem que já não me escapava, e calmamente coloquei a rabeca na cana.
Mas subestimei o peixe, aquele não era um sargo qualquer.
Acabou por conseguir me partir a linha.
Custou-me um pouco, eu confesso.
Mas eu vou voltar.

Abraço MM

Olá Companheiro,

o que achas-te deste conteúdo? Diz nos comentários.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Entra na nossa lista e recebe conteúdos exclusivos e com prioridade

Junta-te a mais de 20.000 companheiros

Antes 7,99€, Agora Grátis Por Tempo Limitado

Descobre Os 6 Erros Que Tu Estás a Fazer Neste Momento Que Estão Impedindo-te De Apanhares Peixe!
Coloca o teu email no formulário abaixo e recebe gratuitamente este eBook
Baixar Agora!
Os teus dados estão seguros.
close-link
 Os 6 Erros Que Te Estão Impedindo De Apanhar Peixe
Baixar e-Book
e-Book Grátis
close-image
Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.