A pesca de sargos

Mais uma aventura na pesca de sargos.

Olá meu amigo pescador

Estava-mos em Agosto, e eu tinha acabado de chegar de umas mini ferias de uma semana.

Estava previsto um dia de muito calor, e eu tinha um objectivo.

Tinha convidado um casal de amigos para irem jantar a minha casa.
E como não poderia deixar de ser o jantar seriam sargos grelhados com batata doce e brócolos.

O meu objectivo para esta jornada de pesca de sargos, era pescar uns peixes para seis pessoas.

Não foi fácil conseguir um pesqueiro, a maré muito vazia deixava-me muito poucas opções.
E depois de muitos quilómetros de jipe e alguns a pé, dei com a maioria dos pesqueiro ocupados.

A minha tarefa parecia impossível, e tive de me sentar um pouco numa pedra e pensar friamente em quais opções disponíveis.

Optei por ficar pela zona onde já estava.
Escolhi um pesqueiro mesmo sem as mínimas condições para se pescar, devido á falta de agua no mesmo.

A PESCA DE SARGOS

pesca de sargos

E fui descendo devagar, pois a descida é muito perigosa.
Preparei todo o material com muita calma enquanto a agua ia entrando para o pesqueiro.

Eu sabia que quando o pesqueiro começasse a ter agua iria reunir condições para pescar.
E assim foi, a agua foi entrando no pesqueiro e este começou  a ficar de feição.
Agora tinha muito pouco tempo para pescar os peixes para o jantar.

Mas felizmente eles colaboraram e acabei por conseguir o objectivo do dia.

É dias assim que gosto, uma ideia, um plano e uma aventura á beira mar, com peixes a mistura.
Para mim é tudo isto que torna este hobby tão espectacular.
Depois chegar a casa cansado (já com os peixes amanhados)  tomar um bom banho.

E poder saborear estes magníficos e nobres  peixes na companhia da família e de bons amigos.
Que mais um homem pode querer?

Abraço MM

Manuel Monteiro

Manuel Monteiro tem mais de vinte anos de experiência em pesca desportiva pela qual é apaixonado, especialmente á pesca aos sargos e mais de dez anos a trabalhar numa loja da área.

Website: https://segredosdepesca.com/oferta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *