Pesca com sardinha

Desta vez trago-te uma pesca com sardinha.

Olá companheiro,para variar neste dia acordei bem sedo para ir á pesca.
Aliás, coisa que já não fazia á muito tempo.

E para variar, para a pesca não ser sempre igual, decidi levar como isco, só sardinha.
Já os antigos diziam: “A sardinha é o pão dos peixes” todos os peixes a comem.

Calmamente, vou descendo a falésia, enquanto vou dando uma olhada para os pesqueiros.
Deixo-me ser guiado pelo mar, o mar é que manda.
Pois se o mar me manda mais para esquerda ou mais para a direita, assim o faço.
Desde que obviamente, me mantenha em segurança.

Chegando ao pesqueiro escolhido, começo a preparar três tipos diferentes de iscadas de sardinha.
Cada uma delas para ocasiões diferentes e especificas.
Tenho de estar preparado para tudo, pois vou moer todas as sardinhas restantes para fazer o engodo.

Iscadas prontas e engodo pronto, começo a pescaria.
Curso de pesca com engodo
pesca com sardinha

Á pesca com sardinha

Monto a minha cana de 6.30 metros com uma bóia, e então começo a pescar.
Começo a pescar ainda sem engodo para “apalpar” o pesqueiro.

Contudo logo no primeiro lançamento tiro um bom sargo.
Segundo lançamento, mais um bom sargo, até aqui tudo normal.

Mais um lançamento e ferro um peixe diferente, que á primeira vista me parecia um robalote.
Qual não é o meu espanto, quando me apercebo de que não era um robalo, mas sim um carapau.

O que aliás é bastante invulgar de se pescar de dia e ainda sem engodo.
Mas claro, aceitei, um carapau é sempre bem vindo.

Mais um lançamento e ferro um bom sargo.
Este sim já deu uma boa luta, portanto optei por usar a rabeca para o tirar.
É para mim o expoente máximo da pesca, sozinho numa falésia a tirar um bom peixe com a Rabeca ou cesto.
Correu bem, e no fim ainda acabou por ser uma boa pescaria e muito variada.

Abraço MM

Manuel Monteiro

Manuel Monteiro tem mais de vinte anos de experiência em pesca desportiva pela qual é apaixonado, especialmente á pesca aos sargos e mais de dez anos a trabalhar numa loja da área.

Website: https://segredosdepesca.com/oferta

    2 Comentários

    1. Nuno Salvador

      Viva Manel! Bela pescaria, e ainda por cima em tempos de mar forte e vendaval. Tenho tido algumas dificuldades em me adaptar ao pesqueiro principalmente quando a maré passa de enchente para vazante, deixo de conseguir manter a pesca junto às pedras. Gostava de ter algumas dicas em relação a isso, e se possível que explicasses qual a alteração que foi feita aos 8min do vídeo. Um abraço e obrigado pelos teus videos

      • Boas amigo Nuno

        Já viste a LIVE 14 e a 15 ( A incrível diferença que uma adaptação na montagem pode fazer na pesca 1/2. ) que coloquei dentro do curso?
        Acho que te vai ajudar muito, caso contrario, entra em contacto comigo por mais para que eu te possa ajudar.

        Abraço MM

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *