Pesca com Manuel Monteiro

O Sargo gigante!!

Manuel Monteiro
Escrito por Manuel Monteiro
Junta-te a mais de 20.000 companheiros

Entra na nossa lista e recebe conteúdos exclusivos e com prioridade

Relato de uma pesca á chumbadinha!!

Olá pescador

Hoje quero te contar mais uma pescaria aos sargos, desta vez á chumbadinha.

Mais uma vez como de costume já sai de casa bem tarde, pois faço questão de tomar o pequeno almoço em casa com a família.

Contudo, esse hábito tem um preço.
Quando cheguei á beira mar havia pescadores por todo o lado, não havia um pesqueiro que não estive-se ocupado.

No entanto eu sei que o nosso litoral é muito grande e há sempre um lugar para se pescar.
Então coloquei todo o material ás costas e comecei a caminhar junto á costa até encontrar um pesqueiro que me pareceu ter condições e que estava desocupado.
A maré ainda estava bem em baixo, mas rapidamente desci, armei a minha velha Maresia Especial Cabo da Roca que é a cana que mais gosto para a pesca á chumbadinha, isquei um mexilhão e fiz o primeiro lançamento.
Poucos segundos se passaram e senti logo um sargo a picar.
Baixei um pouco a ponta da cana para ter margem para a ferragem, esperei o momento certo e facilmente ferrei o peixe.

Pesca á chumbadinha!

A pesca estava a correr de feição, os primeiros três lançamentos foram três bons sargos.
Entretanto, enquanto a maré ia subindo o pesqueiro começava a reunir as condições que eu pretendia para pescar grandes sargos.

Havia um cantinho que eu estava á espera de ter a cota de agua certa para lançar para lá a minha iscada de mexilhão, tinha acabado de iscar, olhei para lá e pensei “já está no ponto” e pimbas, lancei para lá.


Logo após o lançamento sinto uma puxada decidida e ferro o peixe.
De imediato percebi que era um bom sargo, não queria sair do fundo, e quando puxava era com muita força.
Demorou a aparecer ao de cima da agua, mas quando o vi parece-me um bom peixe, um sargo entre 1.200kg ou 1.500kg.
Como nunca tinha pescado ali e pareceu-me que seria muito difícil de colocar o cesto, optei por levantar o peixe a peso pois tenho muita confiança no fio que uso no estralho.

Fluorocarbono Fluor tec

O sargo gigante!

No entanto assim que comecei a levantar o peixe da agua percebi que tinha cometido um grande erro, o peixe era muito maior do que eu tinha calculado.
Pois eu estava a fazer muita muita força, a cana estava muito vergada e o carreto não queria rodar de madeira nenhuma.
( E sei que aquele carreto enrola 1.500kg sem problema algum).
Ainda pensei em desistir de o levantar a peso e ir buscar o cesto, mas o peixe já estava suspenso no ar, a linha já estava a suportar todo o peso e não tinha partido.
Então arrisquei a levar todo o material ao limite e a puxar o peixe.
Mas pouco depois oiço um grande estrondo, como se a cana tivesse partido e o sargo gigante caiu ao mar.
Acabei por descobrir depois que tinha encostado a linha na pedra e que tinha partido pela linha 0.30mm do carreto e não pelo 0.22mm do estralho.

Foi muito difícil de ver o peixe morto a boiar no mar, mas foi o que aconteceu, não podia fazer mais nada.
No fim acabei por fazer uma excelente pescaria e ficar com mais uma história para contar.

Abraço MM

Olá Companheiro,

o que achas-te deste conteúdo? Diz nos comentários.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

4 Replies to “O Sargo gigante!!”

Alexandre Conceição

Manel, que peso usaste?

Manuel Monteiro

Boas Alexandre

Não me lembro exatamente, mas acho que usei desde 20 a 8gr.

Abraço MM

Hugo val

Brutal

Manuel Monteiro

Obrigado por comentar Hugo
Abraço MM

Entra na nossa lista e recebe conteúdos exclusivos e com prioridade

Junta-te a mais de 20.000 companheiros

 Os 6 Erros Que Te Estão Impedindo De Apanhar Peixe
Baixar e-Book
e-Book Grátis
close-image
Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.