Manutenção dos carretos – Nível 1

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Manutenção dos carretos- nível 1

A manutenção que eu aqui vou transmitir é a mesma que eu digo a cada pescador a que vendo um carreto, pois é a manutenção mais básica, é aquela que todos nós pescadores devemos de fazer quando chegamos de uma jornada de pesca.

muito simples mas é esta manutenção que vai fazer com que o seu carreto dure por muitos anos.

A pesca no mar, é infinitamente mais agressiva para com os nossos carretos do que a pesca em água doce, pois só a maresia (trocadilhos à parte) é suficiente para deteriorar o material, daí alguns carretos terem a nomeação de SW “salt water” querendo isto dizer que estão mais bem preparados para suportar o ambiente marítimo.

Sendo assim quando a nossa pesca é no mar, mais importante é manter a manutenção dos carretos em dia.

4 passos para a manutenção básica?

O que eu aconselho a fazer na manutenção nível 1? Que é aquela manutenção básica que todos nós temos a obrigação de fazer.

1.º

Primeiro devemos com a ajuda de um compressor ou de um pincel retirar toda a areia que possa estar agarrada ao carreto, por mais cuidado que tenhamos com as nossas maquinas para que não toquem na areia, se estivermos numa praia basta um pouco de vento para que ela se fixe á gordura do carreto.

rodizio

2.º

Segundo: Com um pano húmido em agua doce, vamos retirar todo o salitre que ficou agarrado pois este acelera e muito a corrosão

3.º

Terceiro: Lubrificar o rolamento do rodízio, aqui temos duas hipóteses, se nos sentirmos á vontade para tal, com uma chave de fenda ou estrela desapertamos o parafuso do rodízio retiramos o rolamento limpamos-o bem, colocamos uma pinga de óleo e voltamos a fechar tudo com muito cuidado para não perder nenhuma das minúsculas anilhas que normalmente acompanham o rolamento, se não nos sentirmos á vontade para tal, sem retirar o parafuso colocamos uma pinga de óleo sobre o rodízio e com a ajuda de um pedaço de linha de pesca fazemos-o rodar para que o óleo entre para o rolamento.

4.º

Por fim é passar um pano seco em todo o corpo do carreto.

Se gostaste deste artigo e queres aprender como ler o mar, como escolher um pesqueiro, saber o que é uma feição e porquê que esta é muito importante, e muito mais, inscreve-te no nosso curso de segredos de pesca clicando aqui. (página de inscrição)

Para saberes mais sobre o nosso curso clica aqui


Abraço MM.

Manuel Monteiro

Manuel Monteiro tem mais de vinte anos de experiência em pesca desportiva pela qual é apaixonado, especialmente á pesca aos sargos e mais de dez anos a trabalhar numa loja da área.

Website: https://segredosdepesca.com/oferta

    15 Comentários

    1. André Santos

      Viva,

      Tenho um carreto shimano stradic 500fk e nas instruções diz para não colocar qualquer tipo de gordura no rodizio. Nestes casos que manutenção se deve dar (Rodízio)? Ou é mesmo livre de manutenção?

      • Viva André , tens a certeza que diz para não colocar gordura no rodízio? Ou para não meter para dentro do carreto?
        Estou a perguntar pois eu não trabalho com a shimano por isso não sei o que diz nas instruções.
        Abraço MM.

    2. José Presumido

      Grande Manuel. Sempre com grandes dicas, e esta é daquelas bem importantes. Digo isto porque já ouvi tanta coisa da boca de profissionais de pesca e de pescadores com largos anos de experiência que a dada altura fiquei baralhado e cometi alguns erros devido à má orientação que me deram. Tenho-te a agradecer mais uma vez, e não me canso de dizer-te isto, porque mereces. Manel apesar da explicação estar 5* fiquei com uma dúvida que não mencionas no vídeo e que muita gente o faz. Pode-se, ou deve-se mergulhar a bobine em água doce durante 24h para limpar o sal das linhas, ou não porque pode causar anomalias no funcionamento do drag. Muito obrigado. Abraço.

      • GRANDE Presumido, sempre com bons comentários, a bobine podes colocar em agua, mas com o cuidado de não passar do bordo da mesma
        para que os discos da embraiagem não apanhem agua pois muitos são em teflon e ficam muito danificados.
        Abraço MM.

        • José Presumido

          O melhor seria haver umas tampas que desse para fechar a entrada de água nas bobines, e assim já podíamos mergulhar à vontade as bobines na água doce e limpar o sal das linhas. Como as bobines são furadas de um lado ao outro fica difícil estancar a entrada de água. O melhor talvez seja fazer só o que dizes e assim evita-se problemas no futuro. Também não vejo a necessidade de tirar o sal das linhas, a não ser por prevenção de acumulação de sal no corpo da bobine, ou seja onde as linhas estão enroladas. O que eu tenho feito é o que tu mencionas-te no vídeo. Tal e qual. Abraço.

          • Boa José, então estas a trabalhar bem, agora de vês em quando convém deixar numa loja a fazer uma revisão mais profunda, farei também
            vídeos com revisões nível 2 e 3.
            Mas o melhor mesmo mesmo mesmo é não deixar os carretos parados muito tempo, mantemos sempre a pescar eheheheheh, não dá tempo de enferrujar.
            Abraço MM.

        • Nuno Araujo

          Os carretos são abertos por cima e baixo,se eu colocar o carreto dentro de uma bacia com água só até cobrir a linha,a água não entra por baixo?

          • Se o colocares de bobine para baixo dentro de agua só até cobrir a linha não vai entrar no carreto , mas vai danificar a embraiagem que está dentro da bobine.
            Abraço MM.

    3. Rui M.C.Luis

      Snr.Manuel Monteiro,

      Você subiu ainda mais na minha consideração ao fazer o video onde denunciou os porcos que destroem e consporcam os ambientes que todos frequentamos.
      É para mim uma doença constatar esta realidade, sempre que chego a um pesqueiro, sobre o que o MM chamou a atenção. Eu já estava muito admirado de não ter já, há mais tempo, chamado a atenção para esta triste realidade. Muito haveria a dizer mas é tempo perdido. Tenho sido testemunha das javardices mais incríveis. Nunca se canse de batalhar para o bem de todos nós!
      Um abraço e um obrigado muito grande pela sua atitude,
      Rui Luis

    4. Paulo Martins

      Boas Manuel, estou-me a iniciar na pesca e gostava de saber onde posso comprar sardinha em conta para o engodo, sou da zona de Colares.
      Obrigado desde já por todas as tuas dicas, só tenho pena de não poder pescar contigo.
      Grande abraço
      Paulo

    5. Alfredo

      Olá Manuel
      temos 3 instrutores nos teus cursos ,todos com cerca de 20 anos de experiencia como pescadores, tu mesmo o Nuno e o Rui,
      Em relação á limpeza e manutenção básica dos carretos tu e eles dizem coisas diferentes sobre os carretos depois da pesca.
      Neste caso especifico concordo com o que dizem o Nuno e o Rui, diferente do que tu dizes e explico porquê.
      A tua limpeza do sal na superfície do carreto com um pano macio e humido remove todo o sal da superficie exterior e pintura dos carretos mas não remove o sal ou a água salgada que entrou dentro da bobine entre os fios e dentro do rodizio. Esse sal ou água salgada só pode sair entrando água doce só a qual dissolve o sal. É o que dizem para fazer os instrutores Nuno e Rui.
      Como todos os três dizem, devemos evitar o perigo de entrar água mesmo doce para dentro dos discos do drague (que uns chamam travão outros embraiagem, na realidade é um travão de discos que trabalha como uma embraiagem, não trabalha com maxilas a apertarem os discos como nos automóveis e motos, os discos são apertados contra outros discos mas é um travão não é uma embraiagem).
      para evitar que a água entre dentro do drague, o Manuel diz para passar um pano húmido por cima da bobine e por cima dos fios ( o que não vai remover o sal dentro do carreto nem entre os fios) mas vai proteger os discos do drague e o Nuno e Rui dizem para no lavatório colocar a bobine, separada do carreto na posição vertical, isto é com o eixo na horizontal, por baixo de um pequeno fio de água corrente e esta água doce corrente na realidade vai dissolver todo o sal da água salgada da bobine e dos fios, ficando estes sem qualquer sal.
      Dizem ainda para depois de secos (algumas horas na mesma posição com o eixo horizontal) dar uns sprays de silicone maritimo nos fios.
      Conclusão: pela sua experiencia o Manuel não acredita que os pescadores consigam colocar as bobines a receberem só um fiozinho de água da torneira e que na realidade vão abrir muito a torneira e molhar os discos do drague, por isso prefere que fique sal dentro dos fios da bobine do que água dentro dos discos do drague.
      Eu digo aos pescadores que não sabem o que é um fiozinho de água, que façam como o Manuel diz!
      Abraço
      Alfredo

    6. Alfredo de Barros Coelho

      Olá Manuel
      temos 3 instrutores nos teus cursos ,todos com cerca de 20 anos de experiencia como pescadores, tu mesmo o Nuno e o Rui,
      Em relação á limpeza e manutenção básica dos carretos tu e eles dizem coisas diferentes sobre os carretos depois da pesca.
      Neste caso especifico concordo com o que dizem o Nuno e o Rui, diferente do que tu dizes e explico porquê.
      A tua limpeza do sal na superfície do carreto com um pano macio e humido remove todo o sal da superficie exterior e pintura dos carretos mas não remove o sal ou a água salgada que entrou dentro da bobine entre os fios e dentro do rodizio. Esse sal ou água salgada só pode sair entrando água doce só a qual dissolve o sal. É o que dizem para fazer os instrutores Nuno e Rui.
      Como todos os três dizem, devemos evitar o perigo de entrar água mesmo doce para dentro dos discos do drague (que uns chamam travão outros embraiagem, na realidade é um travão de discos que trabalha como uma embraiagem, não trabalha com maxilas a apertarem os discos como nos automóveis e motos, os discos são apertados contra outros discos mas é um travão não é uma embraiagem).
      para evitar que a água entre dentro do drague, o Manuel diz para passar um pano húmido por cima da bobine e por cima dos fios ( o que não vai remover o sal dentro do carreto nem entre os fios) mas vai proteger os discos do drague e o Nuno e Rui dizem para no lavatório colocar a bobine, separada do carreto na posição vertical, isto é com o eixo na horizontal, por baixo de um pequeno fio de água corrente e esta água doce corrente na realidade vai dissolver todo o sal da água salgada da bobine e dos fios, ficando estes sem qualquer sal.
      Dizem ainda para depois de secos (algumas horas na mesma posição com o eixo horizontal) dar uns sprays de silicone maritimo nos fios.
      Conclusão: pela sua experiencia o Manuel não acredita que os pescadores consigam colocar as bobines a receberem só um fiozinho de água da torneira e que na realidade vão abrir muito a torneira e molhar os discos do drague, por isso prefere que fique sal dentro dos fios da bobine do que água dentro dos discos do drague.
      Eu digo aos pescadores que não sabem o que é um fiozinho de água, que façam como o Manuel diz!
      Abraço
      Alfredo

      • Olá amigo Alfredo

        É muito natural que os amigos do Surfcasting e eu tenhamos maneiras diferentes de conservar o material.
        O que eles fazem é uma manutenção mais completa do que a que eu recomendo nos vídeos.
        Até porque na pesca de praia os carretos apanham com muita areia o que obriga a um especial cuidado.

        Mas se todos os pescadores fizessem a que eu recomendo já seria bem bom e claro que quando as maquinas começam a fazer algum ruído, que normalmente é um rolamento gripado, devem de as levar a uma loja de pesca para que seja substituído.

        Abraço MM

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *