fio de surcasting

fio de surfcasting

Olá companheiros de surfcasting, hoje vamos falar quais as melhores características que o fio de surfcasting deve ter.

Em primeiro lugar, devemos perceber que o fio de surfcasting, tem de ser monofilar  de nylon, e nunca se deve utilizar multifilar.

A principal razão de não utilizarmos multifilar, é sem dúvida a falta de elasticidade, e isto traz-nos dois enormes problemas.

Ao não ter elasticidade, a nossa cana estará constantemente aos saltos, porque a linha sofrerá com as ondas.

Outro aspeto, é sem dúvida, trabalhar o peixe, pois por cada investida do peixe, a linha não fará qualquer amortecimento.

Assim estaremos mais perto de o peixe se desferrar.

Então agora vamos partilhar convosco, os fios que usamos, estes são aqueles que para nós reuniram as características que achamos fundamentais.

As principais características são: elasticidade, forte resistência ao nó, ausência de memoria e ainda, ao toque, este deve ser sedoso.

fio de surfcasting

fio de surfcasting

Fio de surfcasting

Os fios que utilizamos são o SKYLINE, RAYLINE estes dois da CINNETIC e usamos também um fio da VEGA, o POTENZA WORLD CHAMPION.

A importância da elasticidade é a seguinte:

Quando temos um peixe no anzol, todas as investidas do peixe serão amortecidas pela elasticidade, assim perderemos menos peixe.

Outra igualmente importante, é quando temos a nossa chumbada areada, esta elasticidade irá fazer de mola, e dessa forma ajuda a retirar de lá a chumbada.

Quando temos a nossa pesca na água, esta irá sofrer muito menos com o efeito das ondas na linha.

A importância da resistência ao nó é a seguinte:

Como sabem temos de ter um shockleader, e este precisa de um nó para unir à nossa linha do carreto.

Este nó tem de ser muito resistente, para quando estivermos a trabalhar um peixe, principalmente numa praia funda, este não partir.

A ausência de memoria é muito importante, para que ao lançarmos este não faça cabeleiras.

Deixamos aqui mais uma partilha, daquilo que usamos.

Um forte abraço

Rui e Nuno

 

 

 

Outros vídeos de interesse:

8 Comentários

  1. João

    Boas

    Mais um video top!
    Uso o Vega e acho que cumpre bem com as características que foram mencionadas.
    Aproveitando o tema das linhas, coloco aqui duas questões que têm que ver com a elevada capacidade de algumas bobines, especialmente quando se utilizam fios muito finos. Qual a melhor forma de fazer o enchimento? Devemos usar fio do mesmo diâmetro da linha principal ou podemos utilizar um fio mais grosso?

    Cumprimentos,
    João

    • Olá João, nas bobines mais fundas, podemos utilizar um fio um pouco mais grosso para o enchimento da mesma. No entanto, devemos assegurar que pomos fio suficiente, pois não devemos apenas contar com os metros do lançamento. Haverá no futuro uma dica de como fazer, fica atento. Muito obrigado pelo teu comentário, um abraço Rui e Nuno

  2. Peter

    Ola amigos! Mais uma excelente explicação…
    Continuem com o bom trabalho!

    Um grande abraço e boas pescas!

    • Olá amigo Peter, muito obrigado pelo comentário. Forte abraço, Rui e Nuno

  3. Carlos Franco

    Boa tarde amigos Nuno e Rui e obviamente ao amigo Manel também, primeiro deixem-me que vos diga que, vejo quase todos os vossos vídeos porque penso que são uma mais valia para qualquer pescador e tenho aprendido algumas coisas convosco. Mas tenho uma duvida em relação às linhas usadas. A minha questão é, se eu uso uma madre de 0,20, quais são os diâmetros que devo utilizar para:
    o shock leader
    a baixada
    e estralhos
    e quais os tipos de linha? Devo usar fluorcarbono nos três?

    Desde já aqui deixo um muito obrigado e um forte abraço aos três aqui desde a Ilha da Madeira e continuem com o bom trabalho!

    Carlos Franco

    • Olá Carlos, o shockleader deve ser 0.23-0.57mm, o shockleader é a nossa baixada. Em relação aos estralhos, temos previstos vídeos com esses temas, fica atento. Muito obrigado pelo comentário. Um grande abraço Rui e Nuno

  4. Carlos Franco

    Saudações amigos Rui e Nuno, eu uso mas se calhar erradamente, uma baixada de mais ou menos 1,50m a 2m entre a chumbada e o shock leader onde uso 2 estralhos. São as montagens que tenho já previamente feitas e guardadas de maneira a que quando preparo a cana, é só agarrar nesse aparelho e prende-lo ao shock leader com um clip rápido, ou seja, tenho a madre, o shock leader e esse aparelho com a mesma espessura do shock leader. A minha questão é: devo deixar de usar esta baixada e por os estralhos dos anzois diretos no shock leader? Um grande e forte abraço para vocês!

    • Olá Carlos, a resposta é sim. Nós pescamos de forma muito simples e muito eficaz. Ao eliminares a baixada, só tens vantagens, vais eliminar o clip, que só trás peso e é mais um acessório para que o lixo se agarre nele.
      Normalmente a ideia das baixadas, é a facilidade de montagens rápidas. Agora vê a facilidade em alterar o que precisares na nossa montagem. Nós fazemos as montagens diretamente no shockleader, e utilizamos os sliders estes seguros pelos nossos stopper manuais, os estralhos são ficam presos nos sliders. Ou seja, se precisares de mudar os estralhos ( encurtar, mudar diâmetro, alterar anzois) isto é apenas um nó. Se precisares de subir, descer ou aumentar a distância entre anzóis, é só puxar para cima ou para baixo os stoppers, pois estes correm. Levamos tudo pronto de casa, o shockleader com os stoppers e sliders. Assim que chegas à pesca só precisas de dar o nó do anzol. È muito simples e rápido. Com isto eliminamos acessórios dispensáveis. Muito obrigado pelo comentário, um forte abraço Rui e Nuno

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *