Em busca do tarolo

Um dia cheio de aventuras, durante uma pesca no inverno.

A minha missão de Natal

O dia começou com muito muito frio.
Estávamos a chegar ao Natal e eu tinha uma missão.
Pescar um tronco de natal “um robalo grande”
No ano passado na ceia de natal fizemos um robalo grande no forno.
E ao que parece, a minha família, entretanto fez desse acontecimento uma tradição.
Contudo, eu estava completamente consciente de sair de casa para ir tentar pescar um bom robalo à bóia a meio do dia, não era uma tarefa nada fácil.
Sabia que tinha as probabilidades todas contra, mas não eu não deixaria de tentar na mesma.

A primeira grade dificuldade foi encontrar um pesqueiro, em que eu conseguisse estar a pescar sozinho.
E que reunisse as mínimas condições para praticar a pesca que eu tinha em mente.
Mas lá encontrei um cantinho, de acesso muito difícil, é verdade.
Mas com o auxilio das minhas cordas, lá consegui descer em segurança.

À Pesca no Inverno

Chego ao pesqueiro e começo a preparar as sardinhas para as iscadas.
Gosto de ter as iscadas prontas, para que durante a pescaria já com o pesqueiro engodado, não perca muito tempo.

Três tipos de iscadas de sardinha diferentes

Costumo preparar três tipos de iscadas de sardinha diferentes.

1.ª Iscada

Uma mais mista que resulta bem com sargos e com robalos
Que é a que normalmente uso, até que sinta a presença de robalos.

2.ª Iscada

Outra mais direccionada para os robalos, que é a que de fato uso quando sei que entraram no pesqueiro.

3.ª Iscada

E uma terceira iscada para pescar robalos grandes.

pesca no inverno

De seguida vou preparar o engodo e lá por volta do meio dia, começo a pescar.
Mesmo sabendo que é uma péssima altura do dia para tentar pescar o “tronco de Natal” não ia desistir.
Os robalos acabaram por não dar nenhum sinal da sua presença.
Mas diverti-me muito a pescar uns sargos para a sopa, o que já não foi nada mau.
O tronco vai ter de ficar para outra aventura!

Se gostaste deste artigo e queres aprender como ler o mar, como escolher um pesqueiro, saber o que é uma feição e porquê que esta é muito importante, e muito mais, inscreve-te no nosso curso de segredos de pesca clicando aqui. (página de inscrição)

Para saberes mais sobre o nosso curso clica aqui

Abraço MM


Manuel Monteiro

Manuel Monteiro tem mais de vinte anos de experiência em pesca desportiva pela qual é apaixonado, especialmente á pesca aos sargos e mais de dez anos a trabalhar numa loja da área.

Website: https://segredosdepesca.com/oferta

    18 Comentários

    1. Mário Mendes

      Bom dia Manuel
      Foi um video que achei divertido e interessante pela forma que ficamos a perceber,” A pesca não é só estacionar e esticar a cana “,
      Cumprimentos

    2. Joao Mugeiro

      Boas Manel,
      Eu cá sou mais adepto deste tipo de video, mais personalizado, “mais pessoal”. Além de que se torna mais um filme e não tanto um video demonstrativo. E já agora, as edições da Vera continuam em grande e a melhorar 🙂
      Abraço

    3. António Assunção

      Boas Manuel,
      Caminho arrepiante!!!
      Em relação ao tipo de vídeo, para mim, é igual. Adoro os teus vídeos, sejam de que maneira forem.
      Só uma pergunta: Qual o isco que estavas a usar ? Sardinha ? É só por curiosidade.
      Grande abraço e continua a surpreender-nos com os teus vídeos.

      • Boas meu amigo
        Muito obrigado pelo seu comentário.

        Sim só isquei com sardinha.

        Grande abraço MM

    4. Francisco José de Sousa Belo Belo

      Mékié Manel!
      Eu gosto dos dois formatos. Desta forma, não fica sempre da mesma maneira e fica sempre diferente.
      Tu tens que fazer a manutenção desse carreto, homem. Em casa de ferreiro espeto de pau?! Mete massa nisso, hehehe
      Faltou saber as calorias gastas com o treino da pesca!
      Abraço

      • É verdade amigo é isso mesmo “Em casa de ferreiro espeto de pau” eheheh entretanto já comprei outro.
        Pois faltou as calorias, mas durante o dia inteiro gasto mais ao menos umas 5 mil.

        Abraço MM

    5. Joao Santos

      Os videos de pesca sao todos top, sendo eles pessoais ou não, mas na minha opinião este formato acaba por ser mais ‘verdadeiro’ uma pessoa com os outros videos pensa que corre sempre tudo bem e que são jornadas rapidas (das 12h as 16h) mas a jornada é sempre muito mais que isso. abraço e bons videos

    6. Tiago Parracho

      olá Manuel bom vídeo mostra mais conteudo isso é bom mas porque é que disses-te maldita salema??E porque metes-te a salema á agua??

      • Boas Tiago
        Muito obrigado pelo teu comentário.
        Existem alguns peixes menos nobres (para comer), como as bogas, salemas, tainhas peixe agulha etc
        E com os anos os pescadores tendem a ficar “esquisitos” com os peixes que pescam, mas sinceramente, são manias de pescador, pois todo o peixe do mar é bom para comer.

        Abraço MM

    7. Tiago

      Olá Manuel gostei muito do video tem bom conteudo mas porque é que disseste maldita salema?? E porque é que metes-te a salema á agua??

      • Boas Tiago
        Muito obrigado pelo teu comentário.
        Existem alguns peixes menos nobres (para comer), como as bogas, salemas, tainhas peixe agulha etc
        E com os anos os pescadores tendem a ficar “esquisitos” com os peixes que pescam, mas sinceramente, são manias de pescador, pois todo o peixe do mar é bom para comer.

        Abraço MM

    8. Rui Campos

      Gosto deste modelo Manuel. Temos a parte da pesca “sacar peixe :)” mas também tudo o resto o que torna o vídeo mais completo e acabamos por ter mais informação/aprendizagem.
      Excelente trabalho!
      Obrigado pela partilha.
      Abs

      • Olá Rui

        Muito obrigado pela seu comentário e opinião.
        É muito importante para mim.

        Grande abraço MM

    9. Alfredo de Barros Coelho

      Viva Manuel
      Sim gostei mais deste video, é quase ir contigo á pesca. Aqui não te podia acompanhar, o local já é perigoso demais para mim.
      Se queres a minha opinião, seria ainda mais interessante ouvir-te dizer tudo o que vais pensando, por exemplo, já estão a picar mas ainda é cedo para fisgar, e coisas deste género que estejas a pensar, depois podias mostar tudo, desde a isca escolhida e como a colocas no anzol embora tenhas videos especificos para esses assuntos qualquer pescador que te acompanha tem interesse em voltar a ver tudo o que fazes e como fazes .
      É como ver um pintor amigo a pintar um quadro ou um caçador a caçar um javali. podemos saber tudo mas nunca nos cançamos de ver como o amigo faz, uma , duas , dez vezes. Principalmente se ele for dizendo ou repetindo tudo o que vai fazendo ou vai fazer. MUITO OBRIGADO por mais esta maravilhosa pescaria.
      Abraço
      Alfredo de Barros Coelho

      • Olá meu amigo Alfredo.

        Muito obrigado pelo seu comentário e feedback.
        Compreendo que o pessoal goste de aprender tudo, mas esse formato de video é quase como algumas das LIVES que fiz, onde desvendo os pesqueiros e supero as dificuldades e problemas que vão aparecendo durante a pescaria (pensado alto).
        Não seria justo para os alunos que aderiram ás lives, ou mesmo ao curso, como o senhor e estar a partilhar esses conhecimentos num canal gratuito.

        Grande abraço MM

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *