Spinning

Dicas para pescar à superfície

Nelson e Claudio
Escrito por Nelson e Claudio
Junta-te a mais de 20.000 companheiros

Entra na nossa lista e recebe conteúdos exclusivos e com prioridade

Boas companheiros,

O tema que vou abordar é dicas para pescar à superfície, são nos pequenos pormenores que podem fazer a diferença.

Normalmente esta técnica é mais habitual ser praticada em estuários, rios, ou em zona de mares mais parados. Este tipo de pesca exige muita persistência como qualquer outro tipo de pesca.

Antes de tudo, uma das grandes diferenças é que conseguimos visualizar as nossas amostras a nadar à superfície.

Faz com que possamos ver os ataques dos robalos às nossas amostras, o que torna esta pesca muito emocionante. Cuidado com as emoções fortes no coração quando não conseguimos ferrar peixes logo à primeira!

Primeiramente, vamos falar de usar ou não o clip? Na minha opinião devemos usar, porque permite-nos mudar as nossas amostras com maior facilidade. Porém, devemos assegurar a qualidade dos nossos clips.

Neste tipo de pesca as animações são provocadas por esticões e paragens, o que pode provocar alguns danos nos clips, se não forem resistentes.

Caso optem por não usar, podem fazer ligação do fluorcarbono direto à argola da amostra, utilizando o nó palomar que é bastante seguro.

Decerto conseguem sentir melhor as amostras e as animações mais diretas, o que também cria uma maior emoção ao sentir o peixe a ferrar.

Igualmente importante é terem o carreto bem bobinado com fio multifilar entre os 0,14 e 0,16 mm.

De relembrar que este tipo de amostras não provoca força, o que faz com que o nosso fio ao enrolar fique todo enlaçado.

Aconselho que façam de vez em quando um enrolar com força, com a ajuda do dedo a prender no fio, dessa forma o fio fica mais apertado e não provoca enlaios.

Amostras para pescar à superfície

Contudo a melhor opção é ter uma variedade de amostras e cores o que permite ter varias soluções, dependendo das cores da água, do dia, etc.

Acima menciono amostras de superficíe,

1- Luck Craft Sammy 115

2- Chico Bocas

2- Pencil

Para lançar as amostras de superfície?

Lançamentos verticais e laterais, quais as diferenças?

Lançamentos verticais, é quando lançamos por cima da cabeça. Certamente permite fazer lançamentos mais longos, o que provoca maior impacto na água.

Lançamentos laterais, tornam-se mais curtos e provocam menos impacto na água.

Conforme o estado do mar,devem tentar encontrar uma zona de mar calmo com fundo de rochas e caneiros. São sempre zonas onde os robalos andam a caçar.

Como este tipo de amostra permite lançar para zonas de rochas onde haja limo, dessa forma podemos bater essa zona sem perder material.

Porém, os robalos andam entre os limos em zonas de rocha e fundões.

Mais uma recomendação: igualmente importante é a utilização de óculos polarizados é fundamental, permite visualizar melhor as amostras quando as lançamos e recolhemos.

Já conhece o nosso curso de spinning? Explore a oportunidade de aprender mais sobre este tipo de pesca. Curso Spinning.

Olá Companheiro,

o que achas-te deste conteúdo? Diz nos comentários.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Entra na nossa lista e recebe conteúdos exclusivos e com prioridade

Junta-te a mais de 20.000 companheiros

Conhece a cana de spinning, edição limitada.
Uma cana incrivelmente leve e resistente.
close-image
Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.