Dica para pesca embarcada

Desta vez a dica vai ser sobre pesca embarcada.

Amigo pescador
Na pesca embarcada é comum se pescar a varias de dezenas de metros de profundidade.

O que torna difícil a percepção dos toques dos peixes na ponteira.
Para quem ainda não está habituado ao balanço do mar ainda pior.

Um dos motivos que torna essa percepção ainda mais difícil é a elasticidade da linha do carreto.
Pois uma linha mono-filar “nylon” tem muita elasticidade e acaba por absorver grande parte dos toques que os peixes dão.

Felizmente apareceram no mercado as linhas de multifilamento que são perfeitas para a pesca embarcada.
Pois são linhas com um resistência a tração muito grande, o que nos permite pescar com linhas mais finas.

Mas a maior vantagem das linhas de multifilamento para a pesca embarcada ainda é a total ausência de elasticidade.
Pois como não estica, qualquer toque que o peixe dê é facilmente transmitido á ponteira da cana.

A desvantagem de uma linha sem elasticidade é na luta com os peixes.
Pois ao não ceder nada, mesmo nas investidas mais fortes os peixes podem acabar por se desferrar.
Ou mesmo por partir as linhas do estralho.

Pesca embarcada

A maneira que os pescadores encontraram para resolver esse problema na luta com o peixe.
Foi fazer uma baixada em linha mono-filar, na ponta da linha do carreto.
Usando o nó albright

Essa baixada normalmente com sete a dez metros é suficiente para dar alguma elasticidade durante a luta com o peixe.
Mas não é suficiente para nos retirar a sensibilidade ao detectar os toques dos peixes.
pesca embarcada

Mas o que me levou a fazer esta dica até nem foi a baixada, pois a maioria dos pescadores embarcados já a conhecem.

O que me levou a escrever esta dica foi por ver na minha loja que muitos pescadores usam linha em fluorocarbono para este efeito.
Que é uma linha muito mais cara e não é a mais indicada.
Uma linha de “nylon” mesmo das mais baratas que custa 100 vezes menos faz melhor esse trabalho.

Pois a função da baixada é dar alguma elasticidade á linha do carreto e suportar o peso dos peixes.
E as linhas em fluorocarbono têm menos elasticidade e menos resistência a tração.

Abraço MM

Manuel Monteiro

Manuel Monteiro tem mais de vinte anos de experiência em pesca desportiva pela qual é apaixonado, especialmente á pesca aos sargos e mais de dez anos a trabalhar numa loja da área.

Website: https://segredosdepesca.com/oferta

4 Comentários

  1. marcio jeronimo

    so um a parte mas o fluo carbono na e memos vizivel aos peixes posso tar enganado mas na pesca da chumbadinha embarcada me falam isso

    • Boas amigo
      Na pesca á chumbadinha concordo que tem vantagens em ter o fluorocarbono pois este vai até ao anzol (fica perto do isco e á vista do peixe).

      Mas o que falo é no chicote que se usa para dar alguma elasticidade ao multifilamento que está no carreto, na pesca ao fundo ou pica pica.
      Pois por debaixo desse chicote ainda leva a baixada com os estralhos, estes sim devem de ser em fluorocarbono.

      Abraço MM

  2. roberto aviv

    manoel qua a relação da espessura do multifilamento com
    o monofilamento devem ter ? o monofilamento deve aguentar a mesma carga do multi ?

    • Boas amigo Roberto.

      O multifilamento aguenta muito mais a carga que o monofilamento, o que permite que uses linhas com praticamente metade da espessura que usarias em linhas monofilamento.
      Mas cuidado, pois é uma linha que tem menos resistência á abrasão, ou seja, não pode roçar em pedras que parte logo.

      Abraço MM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *