Achigã

Defeso do achigã

Hermínio Rodrigues
Escrito por Hermínio Rodrigues
Junta-te a mais de 30.000 companheiros

Entra na nossa lista e recebe conteúdos exclusivos e com prioridade

Defeso do achigã

Começou no dia 16 de março o defeso desta espécie como de muitas outras.

Não vou fazer uma lista das espécies em defeso, estou mais preocupado com o achigã. De resto, basta consultarem a site do ICNF para terem aceso a toda a informação.

A Lei

O período de defeso desta nossa espécie tem origem no facto de, por esta época do ano, acontecer a desova. Porém, devido à latitude, a desova ocorre num período de tempo bem mais alargado.

Não vamos solicitar nada às entidades oficiais, porque muitas instituições o fizeram ao longo destes últimos 30 anos, e de nada valeu. O que se pedia era muito simples: Desfasar o defeso de sul para norte, de tal forma acompanhasse, de verdade, a desova dos achigãs, ou, pelo menos, a maior parte do período… Contudo, as entidades competentes nunca se mostraram abertas a estas ideias.

Da forma que as coisas estão, há uma imposição legal no sentido de impedir a pesca do achigã, no período compreendido entre 15 de março e 15 de maio.

Além da Lei

Dizer isto seria muito pouco. De facto, há muita coisa fora do defeso. Há massas de água que se podem pescar sempre porque têm espécies sem defeso. Mas, pior que isso, e decorrendo do acima dito, vai haver desovas depois de 15 de maio em muitas massas de água do Centro e do Norte.

Os conselhos que deixo, para quem quer ajudar à manutenção da espécie e da sua pesca, são de vária índole.

Os ninhos são fáceis de reconhecer

Ao pescar um achigã durante este período, nas águas paradas, o peixe tem de ser libertado de imediato. Não pode ser retido em circunstância nenhuma, diz a Lei.

No período pós-defeso, peço para que haja consciência e que se evite lançar para os ninhos. Se vir um ninho ou um cardume de alevins depois de ter pescado um exemplar, tenha o cuidado de o devolver de imediato. Os ovos num ninho e um cardume de alevins têm menos hipóteses de vingarem sem a proteção do pai.

Em vez de reivindicarmos às autoridades, surdas aos nossos anseios, temos de tomar a tarefa nas nossas mãos! Ajude como puder.

Se gosta deste tipo de pesca, e se gostou da dica, não se esqueça de subscrever e de partilhar. Já agora descarregue o meu ebook gratuitamente aqui e aconselhe aos seus amigos.

Divirtam-se! Desfrutem! Até sexta-feira que vem… às 15:00, aqui.

Olá Companheiro,

o que achas-te deste conteúdo? Diz nos comentários.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Entra na nossa lista e recebe conteúdos exclusivos e com prioridade

Junta-te a mais de 30.000 companheiros

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.