COMO MONTAR A CANA?

COMO MONTAR A CANA?

Mais uma jornada de pesca aos sargos, estamos em Outubro, já andam por ai pela nossa costa uns belos peixes, o mar já mexe um pouco e a pesca começa a ficar mais interessante.

Neste dia não tive a necessidade de correr muitos pesqueiro até dar com um com condições para pescar, aliás, antes pelo contrario, o primeiro pesqueiro que fui espreitar estava muito bom para se pescar, mas para meu azar
(e sorte dos peixes) estava cheio de malta, peguei no carro e fui espreitar mais dois onde a cena se repetiu.

Por fim lá vim eu parar a este pesqueiro, que é um pesqueiro que evito por ser  muito alto, para pescar, sinceramente até gosto de pesqueiros altos, mas como eu gosto de arranjar os peixes para o jantar á beira mar, não gosto muito deste pesqueiro pois dá muito trabalho e perde-se muito tempo a tirar agua do mar com uma corda para arranjar os peixes.

Mas enfim ,o mar era muito parado para o pesqueiro em questão  mas ao menos podia pescar.

E vamos embora a armar a cana, quando me lembro de uma dica para passar á malta do SEGREDOS DE PESCA

image4
Não é vergonha nenhuma pois ninguém nasce ensinado, mas ainda existe muito pescador que quando esta a esticar uma cana telescópica, a começa a esticar pelos elementos mais grossos de baixo para cima ( eu vejo fazer isso na loja todos os dias) o que vai obrigar o pescador a se deslocar nas pedras seis ou sete metros , no caso de uma cana com esse comprimento,espaço que muitas vezes não temos disponível para andar em segurança.

Devemos começar por ajustar a cana do elemento mais fino para o mais largo, sem nunca termos de nos deslocar, e alinhando os passadores sempre com a ponteira , evitando assim a tendência de criar uma expirar.
image6
14907860_1304177419593518_834659017_o
Passei umas horitas á pesca diverti-me e ainda tirei uns peixinho para sopa, para aproxima á mais.
Abraço MM.

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Manuel Monteiro

Manuel Monteiro tem mais de vinte anos de experiência em pesca desportiva pela qual é apaixonado, especialmente á pesca aos sargos e mais de dez anos a trabalhar numa loja da área.

Website: https://segredosdepesca.com/oferta

10 Comentários

  1. Jose lopes

    Amigo manel
    Apesar de ja saber da dica de hoje mas oara algums foi muito util e reconheco que o amigo é um expert na materia, mas de imagem tem muito que aprender pois o video inicial está todo em contraluz quase que nao se reconhece o meu amigo.
    Sempre a considera-lo um grande abraco.
    Jose lopes

    • É verdade tem toda a razão, também reparei, e o pior é que tenho um amigo que já me tinha ensinado a não fazer isso
      mas como a luz não estava muito forte nunca pensei que fazia tanta diferença, mas é sempre a aprender e a melhorar.
      Abraço MM.

  2. paulo carvalho

    Olá companheiro,
    Eu como não costumo pescar à bóia, realmente não sabia desta… Muito útil!
    Mais uma óptima dica. Sempre a somar este Manel!
    Obrigado e um abraço.
    Boas pescas!
    Paulo C

  3. José Fernandes

    Amigo Manuel,gostava que explica-se ou desse um exemplo,como montar uma cana na pesca embarcada.Normalmente é sempre uma ” Tourada “,pois as canas são grandes.Quase todas com mais de 3 metros e com pouco espaço.

    Um abraço.
    José Fernandes.

    • EHHEHEH José a única solução que conheço é usar uma cana telescópica
      Abraço MM.

  4. jorge canotilho

    Caro Manuel :
    Sou um seguidor e um amador em pesca embora com a minha idade já devesse ter praticado muito mais , agora que já não posso trabalhar , tenho mais tempo livre e sempre que posso uma escapada para dar de comer aos peixinhos e tb por vezes trazer alguns para a “soupa” he he he he!!
    Estou sempre atento ás dicas e a tudo que vou poder aprender com isso , Um abraço e agradecido pela solidariedade que demonstra com a partilha de seus conhecimentos e experiências.

    • Olá amigo Jorge
      Muito obrigado pelo seu comentário, é sempre bom receber esse feedback.
      Abraço MM

  5. victor carreiro

    Sr. Manuel, gostaria que me explica-se, posso até estar errado mas pareceu-me que nesta pesca o sr. tinha o carreto a andar para a frente e para trás(não sei o termo certo, peço desculpa), se sim gostaria de me informar porquê.
    Com os melhores cumprimentos
    Victor Carreiro
    Ilha de santa maria
    Açores

    • Boas amigo Victor
      Muito obrigado por comentar.
      É natural na pesca feita em falésias andar com o carreto para frente e para trás, para tentar manter o pião bem encostado á “parede” de mexilhão, sem ter de estar com a cana para cima e para baixo (não há braço que aguente).
      Tem mais alguns bons motivos, mas não me é possivel explicar tudo num comentário.

      Abraço MM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *