Canas tubulares

Canas tubulares

Olá companheiros, como o prometido é devido, aqui estamos nós, para falarmos de canas tubulares para surfcasting.

Tal como as canas hibridas, as tubulares, também devem ter três partes.

Também estas devem ter o comprimento entre os 4,05m a 4,50m, sendo a mais comum, as de 4,20m.

Começar por dizer-vos, que estas canas, são as nossas preferidas.

Mas como é obvio, estas também apresentam desvantagens, em relação às canas hibridas.

E até são muitas, as desvantagens que as canas tubulares têm, em relação às canas hibridas.

Por exemplo: è uma cana menos sensível, deteta menos as picadas dos peixes, no lançamento destrói muito mais os iscos, e para armar a cana, esta precisa de mais peso na chumbada.

Estas canas tubulares, e referindo-nos às mais rijas, marcam mal a nossa pesca, após o lançamento, esta fica com a ponteira mais a direito.

Mas a verdade é que ainda assim, com todas estas desvantagens, continuamos a preferir as canas tubulares mais rijas.

Canas tubulares

Então, qual a grande vantagem destas canas tubulares?

Lançam mais metros, e esta grande vantagem, é o suficiente, para ser a nossa preferência.

Ao serem mais rijas e sem hibrido, estas quando são vergadas durante a ação do lançamento, fazem um arco perfeito, desta forma garantimos muitos mais metros.

Este arco, irá fazer com que toda a cana lance a chumbada, para bem longe.

Agora tenham em atenção ás paredes das canas, estas devem ser finas, mas de muita qualidade,

Porque se tiverem paredes muito grossas, depois será mais difícil em vergar a cana, para que esta nos ajude a lançar.

Com um carbono de qualidade, a cana ao ser lançada, volta à sua posição inicial muito rápido, assim não deixará a linha sair com mais fluidez.

Deixamos aqui esta partilha, da nossa preferência, respeitando obviamente as canas hibridas.

Um grande abraço, Rui e Nuno

 

4 Comentários

  1. Ricardo Nobre

    Bom Video, bem esclarecedor.
    Há uma questão, já que se falou em canas sobre o lançamento e a projecção da chumbada.
    Existe uma distância ideal entre a ponteira e a chumbada quando se vai lançar?
    É em termos de lançamento em suspensão?

    • Olá Ricardo, isso varia um pouco, consoante a tua técnica de lançamento. No entanto podemos sugerir 1,60m. Se lançares em pêndulo, então esta distância terá de ser um pouco maior. Um grande abraço. Rui e Nuno

  2. João Gaspar

    Boa noite como sabemos se o carbono e de qualidade?

    • Olá João,

      A qualidade das canas de carbono está diretamente relacionada com o preço da mesma, já que quanto mais puro o carbono, maior a dureza e potência da cana, logo mais cara.
      Na verdade, uma cana de qualidade não necessita de grandes paredes de carbono. Se este for de muito elevada qualidade, as paredes são inferiores a 2 mm e são muito rijas, super lançadores e caras. Para teres uma ideia, temos canas de 200 euros e canas de 500 euros, tendo as canas de 500 euros paredes de carbona mais estreitas, potentes e leves.
      Significa que não é a grossura das partes que defini a qualidade de uma cana. Assim, quando comprares uma cana, independentemente das paredes (mais ou menos grossa), o importante é a potência e energia que esta tem armazenada, ou seja, conseguir vergá-la na hora de lançar para que a chumbada seja lançada com vigor.
      Com a experiência, na própria loja de pesca irás perceber, ao varejar a cana, se a mesma é equilibrada (entre rigidez e potência).
      Qualquer questão, pf diz.
      Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *