Chicote pesca- shockleader

Shockleader

shockleader ou chicote pesca

Na nossa pesca “surfcasting”, é obrigatório utilizarmos um chicote pesca, pois sem ele não conseguiríamos efetuar o nosso longo  lançamento.

Como todos sabemos no surfcasting, precisamos de realizar lançamentos longos, ou seja, devemos utilizar fios finos para que estes nos ajudem a lançar.

Há muito tempo atrás utilizava-se um fio 0.40mm ou 0.50mm, na ligação á linha do nosso carreto.

Mas este nó era realmente enorme, ou seja, imenso atrito nos passadores.

Depois vieram os chicotes pesca, shockleaders, uma maravilha.

O shockleader é um fio cónico que pode variar nas suas medidas, normalmente 0.18mm-0.26mm a 0.57mm.

Existem também várias marcas no mercado, pelo que devemos sempre escolher uma de muita qualidade, pois assim temos assegurado que este não tem memória, tem resistência, etc.

Então temos de unir o nosso fio fino, do carreto, ao nosso chicote.

Este nó deve ser muito meticuloso, pois ele é a nossa ligação entre as nossas duas principais linhas, e vão-nos assegurar o lançamento e o peixe.

shockleader-chicote pesca

shockleader-chicote pesca

 Nó forte no chicote pesca

Então como vamos executar o nosso nó.

Em primeiro lugar, temos de trabalhar sempre com o fio do carreto.

Agarramos no fio do shockleader, fazemos uma laçada, depois agarramos no fio do nosso carreto e enfiamos dentro da laçada.

Vamos agora dar 4 a 5 voltas ao nosso shockleader, a seguir, mais 4 a 5 voltas para baixo, vamos agora passar novamente dentro da laçada.

E agora é só puxar, até este ficar bem apertado, podemos humedecer um pouco quando o puxamos para que este não ganhe atrito e provoque danos no nosso fio.

Como podem verificar este nó fica realmente pequeno e muito resistente.

O facto de ser pequeno vai ajudar-nos muito no lançamento, pois este ao passar nos nossos passadores, não fará tanto atrito, logo mais saída de linha assegurada.

Com este nó asseguramos também uma resistência muito elevada da nossa linha, tornando-a muito fiável quando combatemos com o peixe.

Aconselhamos que este nó seja revisto a cada duas pescas, isto porque, vai perdendo resistência, naturalmente.

Esperamos que possam pôr em prática este nó, na nossa maravilhosa pesca surfcasting.

Rui e Nuno

 

 

 

 

Outros vídeos de interesse:

8 Comentários

  1. Peter

    Boas! Gostei da dica, mto bom esse nó… ensinaram-me a fazer o nó de sangue, nao sei se é o mesmo nó mas dado e outra forma. Acha que o nó de sangue tb é bom para a uniao das duas linhas?

    Obrigado e boas pescas!

    • Olá Peter,

      Obrigado pelo feedback. Este nó chama-se Albright. É uma alternativa ao nó de sangue (também chamado nó de união), a qual também é bom para unir fios.
      Este nó fica mais pequeno depois de finalizado e é bem resistente. É um nó que pode ser treinado em casa com duas linhas de espessura diferente, mas semelhantes, para simular o fio do carreto (linha mais fina) e o fio do shockleader. A linha que trabalha o nó é a do carreto e basta 5 ou 6 voltas para cima e depois 5 ou 6 voltas para baixo e está feito. Se travar um pouco ao apertar, passa-se um pouco de saliva para humeceder e deslizar melhor ao fechar.

      Abraço
      Nuno e Rui

  2. rui santos

    muito bom sou amante da pesca queria pedir um video sobre as canas que temos que ter para a praia e carretos

  3. Olá Rui, ficamos muito satisfeitos que tenha gostado da dica. Fica a sugestão do vídeo sobre as canas. Fique atento pois todas as semanas temos novos vídeos com dicas ou pescas. Muito obrigado pelo comentário. Um abraço do Rui e Nuno

  4. João Direito

    Muito boa dica e bem explicada. Tentem dar mais contraste psra que se possa ver melhor. Obrigado

    • Olá João
      Obrigado pelo conselho e pelo comentário, iremos tentar melhorar o contraste.
      Um abraço do Rui e Nuno

  5. Nuno Miranda

    Boas! Para prevenir o enfraquecimento do nó com o uso, não se pode colocar uma gota de cola de cianoacrilato? Sei que este tem sido usado para reforçar nós, mas não sei se se aplica aqui.

  6. Olá Nuno
    Na realidade o que fica enfraquecido é a linha que está imediatamente ao lado do nó, pois é ai que a linha parte, neste caso a cola não vai resolver. O que nós aconselhamos é sem dúvida a revisão deste nó no mínimo a cada duas pescas, assim temos a certeza de que este não nos vai deixar mal, quando tivermos um peixe a sério no nosso anzol.
    Obrigado pelo comentário, um abraço do Rui e Nuno

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *